segunda-feira, abril 4

visita

O primeiro-ministro esteve no Alentejo no fim-de-semana.
Certamente que por falha minha não reparei que a pequena comunidade blogosférica tivesse destacado o facto.
Talvez não o considerem por aí além importante ou relevante.
O certo é que pessoalmente considero relevante, de importância fundamental.
É certo que sou socialista e que, como tal, posso e certamente serei suspeito na análise.
Mas não posso deixar passar em branco o facto de em tempo de crise, em tempo que as vacas andam magras pela sede e pela seca, o primeiro-ministro diz presente numa região em que os interesses do esquecimento têm sido mais que evidentes.
Houve anuncio de medidas, houve conversa e promessas. Nada de anormal em qualquer governo face à gestão da coisa pública. De anormal, pelo menos para a minha pessoa enquanto alentejano, é ter um primeiro-ministro a mostrar a preocupação pelo estado da situação, a procurar marcar presença, a acalmar preocupações, a procurar co-responder às expectativas.
Revela uma atitude diferente, não apenas perante o Alentejo, mas perante as pessoas. Revela uma preocupação clara e directa, que as pessoas e os seu problemas, estão primeiro, são prioridade de agenda, independentemente da agenda política.
Ainda bem. Será sempre bem vindo.

2 Comments:

At 5:34 da manhã, Blogger sons e muito mais said...

Não sou socialista ou anti-socialista, mas como alentejano tenho esperança de que não seja fogo de palha estas visitas e com o proposito de ganhar mais uma Cãmaras nas proximas autarquicas.
Pois só pelo facto de não termos no governo PS um Alentejano (facto que já não acontecia desde à muitos governos do Ps)é motivo de preocupação. Não temos pela primeira vez em muito tempo alguem que chame a atenção para esta zona do País que vai de mal a pior.
Espero que exista a preocupação e que ela se mantenha!

 
At 5:40 da manhã, Blogger sons e muito mais said...

http://sonsemuitomais.blogs.sapo.pt/

 

Enviar um comentário

<< Home